12/06/2010

Curve-se ao muar

O que faz um homem pensar que é superior? Músculos? Um burro é muito mais forte e vive pastando. O único serviço que conhece é o de carga, dorme ao relento e não tem folga. Se for isto, o homem deve se posicionar no arreio e deixar o burro segurar as rédeas. Aliás, pelo menos o burro não bebe para pegar o volante logo em seguida, será melhor condutor.
Agressividade? Besteira. O coice de um burro mata. Quando irritado, o burro não mede conseqüências para eliminar o motivo da irritação, depois volta para sua vidinha muar de pasto e serviços rudes. Também há o bode, que é muito mais impulsivo e ataca com fúria, mas mesmo atingindo o alvo continua a ser chifrudo até morrer. Depois de chifrar alguém, ou algo, volta à vida de comer capim, papel, plástico, qualquer porcaria que aparecer pela frente. Não esqueçamos dos cães de guarda, que pulam para a morte ao atacar um atirador bem treinado. Se é agressividade o motivo da "superioridade", então sente e dê a patinha para poodle da madame.

Pênis? Não me façam rir, não com uma piada tão ruim. O pênis humano é pequeno, falho e com prazo de validade muito curto. Decepciona com freqüência e não suporta longos períodos de ereção. O burro, pelo contrário, pode copular à vontade, seu membro é enorme e nem por isto as mulheres (sãs) se casam com quadrúpedes. Seria o caso de vocês idolatrarem a baleia azul, cujo pênis chega a seis metros de comprimento, um e vinte maior do que o Opala Diplomata. Se vocês estão se guiando pela cabeça de baixo, e usando isto como status, então qualquer filhote de eqüino merece liderá-los.

Resistência? Juram que se acham resistentes? Seria este o motivo? A musculatura macia e flexível de uma mulher a torna muito mais tolerante a trabalhos contínuos, a rigidez masculina só se presta para trabalhos brutos com períodos de descanso, de resto já foi falado acima. Resistência às doenças as coloca alguns degraus acima de nós, então também não vale. Qualquer outro mamífero é muito melhor equipado do que um homem para esforços intensos e prolongados. Qualquer um. Mas o destino mais certo pra muitos deles é o abate para consumo humano. Quer?

Inteligência? Nós temos dois bilhões de neurônios a mais que não nos servem para praticamente nada. Para quem nunca ouviu falar de Mileva Maric (ver aqui), que cuidava da parte matemática das teorias de Einstein, ou Marie Curie (ver aqui) que co-descobriu de facto a radioactividade, ou pensa que Hedy Lamar (ver aqui) era apenas um rosto bonito, trate de investigar e ler direito. Muito provavelmente vocês devem suas vidas a estas e outras mulheres, sendo que Hedy doou suas pesquisas para o bem da humanidade, o que um homem dificilmente faria, pensando na própria glória e nos próprios prazeres.

A bíblia? Vá aprender hebraico, aramaico, grego, latim e ver as versões (sim, há muitas) originais. Ou pergunte a quem realmente conhece, sem as deturpações misóginas que Roma e a idade média impuseram. Já é muito difícil manter a autenticidade de uma mensagem após cinqüenta e sete traduções, quando se deseja manter sua integridade, quando esta não convém é quase impossível. Adão e Eva eram siameses, só para adiantar. O cristianismo primitivo e ainda puro não era sectarista.

Angela Merkel (esta moça aqui) está segurando a economia européia na marra, com mãos de ferro, para que não afunde. Seus antecessores empurraram com a barriga o quanto puderam e tudo estourou nas suas mãos. Os homens que vieram antes sempre acreditavam que o sucessor iria dar um jeito de tampar o buraco, e deixavam para o próximo governo a responsabilidade, tal qual acontece no Brasil.

Elisabeth II (aqui) abriu mão da própria juventude para suceder o pai, que precisou subir ao trono para substituir Eduardo VIII, com todos os ônus que só quem usa a coroa conhece. Ela aprendeu a trabalhar duro, trabalhou como mecânica durante a Segunda Guerra Mundial, mesmo sendo uma princesa. E vocês vêm me falar em resistência e aptidão para o trabalho! Tenham dó.

Das maiores asneiras que ouço de machões, acusá-las de incapazes de guiar uma nação e de jamais terem contribuído para o progresso científico é o topo delas. Falam que ganham menos e não podem sustentar uma casa, quando eles mesmos fazem questão de pagar menos e nunca visitar uma casa sustentada por uma mulher, que não sai gastando em bares o leite das crianças. Ainda há muitos anencéfalos que as proíbem a vida inteira de estudar e trabalhar, mas na hora do aperto lhes cobram a contribuição financeira que nunca puderam aprender a obter.

Há sim muita ignorância, mas quase todo o machismo é fruto de orgulho. Hoje não existe desculpa para ser ignorante, para não saber os quês e porquês que realmente fazem o mundo funcionar. Acreditar que se é melhor do que alguém, ainda mais alguém historicamente detratado, é muito confortável, acaricia o ego. Da mesma forma e pelos mesmos princípios, Hitler sujou o bom nome da Áustria e arruinou com a Alemanha, que amargou décadas de divisão física. Os princípios do machismo e do nazismo são exactamente os mesmos, bem como são similares suas conseqüências.

Trabalhar ao lado delas requer uma dose de humildade da maioria, e de paciência de todos, elas são realmente de lua, mas a humildade dá os bônus pelo que cobra. Não foi idéia delas reduzir custos a qualquer preço, inclusive demitindo mão-de-obra compatriota, capacitada e bem paga, para contractar semi-escravos de uma ditadura.

Nenhum país machista chegou ao primeiro mundo, muito pelo contrário, estão todos na lama (ou na areia) atolados e afundando, seja em lama ou óleo. O Brasil não é exceção, caso não tenham percebido. Como vocês vão cobrar tratamento igualitário das autoridades, se dentro de suas casas fazem e fomentam o oposto? Os motivos que os levam a considerar uma mulher cidadão de segunda classe, serão adaptados para que lhes neguem até mesmo direitos constitucionais.

Agora, para quem insiste em deturpar a teoria (na verdade um facto) da evolução para justificar sua "superioridade", estude direitinho para ver seu erro. Mas antes aprenda interpretação de textos e um pouco de gramática, para não reincidir nas asneiras. Não existe isto de "instinto do homem é trair e da mulher é ficar em casa". Vai trair com quem, machão? Com outro homem? Darwin jamais endoçaria algo tão estapafúrdio, nem ele nem os autores dos evangelhos.

Querendo parecer durão, o machão acaba se contradizendo nos mínimos gestos. Enquanto um homem se abaixa para pegar algo no chão, o machão faz um ritual: abrir as pernas, arrebitar os glúteos e ficar de quatro.

Macho, qualquer animal, qualquer plantinha consegue ser muito mais do que qualquer idiota que cometa suicídio por injeção de testosterona. Ser homem, portanto, vai muito além das virilhas. Se mesmo assim prefere o conforto de só enxergar até a altura da púbis, dirija-se ao cavalo mais próximo e o saúde assim: "Meu amo e senhor". Porque é o que ele será.

4 comentários:

Lilly Rose disse...

Bom Dia Amigo Nanael !!

Mas que Post !!!! Barbaridade guri ! Tu vais a fundo mesmo !!! Que analogia estupenda e tragicômica p/os machões, esta com o Burro e o Bode !!!

E os comparativos do pênis do Homem com outros Animais !! E eu aqui ao ligar meu PC p/ ler teus ecritos ouvindo Enya.

Deu-me um contraste entre a suavidade da música e tua eloquência !!

E ajudou-me a entender melhor muitos detalhes, que mesmo óbvios podem passar desapercebidos, principalmente pelos machões.

Bem gostaria de ser um pequeno inseto e ver a reação de um destes ao ler este Post, mas sozinho!
Que espetáculo seria!!

E Hedy Lamar !!!Confesso-te minha ignorância sobre sua vida, além do que tangia sua carreira cinematográfica.

Não sabia de seu lado investigativo e científico. Assisti ela em "Sansão e Dalila" com o "musculoso" Victor Mature. Achei-a linda, mas de facto é bem mais que um rosto bonito. E que rosto !!
A mídia é cruel e não é de hoje , nos diponibiliza apenas aquilo que lhe é de seu interesse.

Quem deseja mais, tem de sair da mediocridade como ti. E correr atrás da verdade, ir até o fim e pesquisar mesmo !!
A única façanha que sabia de Hedy era que tinha sido a primeira mulher a aparecer nua em um filme. Assisti o filme e sua nudez seria angelical hoje.... Uma cena extremante sutil...

Não cheguei a ler todos teus Posts Nanael, mas posso dizer-te algo.

De tudo que li até hoje por cá, neste texto tu te superastes mesmo !!

Pena p/os machões que continuarão a pensar com seus cérebros de baixo....

Um Abençoado FDS p/ Ti Amigo !!!

Aromas de Rosas...

Lilly Rose

New disse...

Oiêee, vim desejar-lhe um lindo restinho do dia dos Namorados. Tem coisa melhor do que namorar? Namorar as coisas simples e belas, namorar a vida, se namorar. Afinal, se a gente não se amar ninguém mais o fará.
Quanto ao texto, sensacional! Aff... você veio com tudo.
Sou fã de todas a mulheres citadas, principlamente a Hedy Lamar, desde criança quando a vi, pela primeira vez, no cinema. Não foi sem razão. Ela tinha algo de especial. Quem imaginaria que ela seria, além de linda e talentosa, uma engenheira e das porretas?
Pois bem, pena que a maioria das mulheres só se espelham nas que têm corpão, na bundudas e esquecem-se que o corpo muda, mas a cabeça só melhora.
Já com relação aos meninos, o que seriam deles se a gente não existisse? Bem, que burrice, simplesmente eles não existiriam, certo?
Beijocas doces.

Nanael Soubaim disse...

Saí à chuva para me molhar mesmo. Já paguei caro demais por não ser machista em uma terra machista.

Marina disse...

Nanael! Este texto dispensa totalmente comentários mais profundos de minha parte. Achei-o sensacional! Embora saiba que existam países machistas mais atrados que nosso Brasil por aqui, ainda assim o Brasil não fica muito atrás. Conceitos camuflados, mas preconceituosos em seus detalhes. Parabéns, e continue assim! Sempre passo por aqui dar uma olhada quando possível. Abraços, Marina Toledo.